Malignitude > Sons of Infernal Land‏

Pedro Hewitt
Após anos e anos de espera por imprevistos que não cabe dizer nesta resenha finalmente foi lançado ''Sons of Infernal Land''. Nesse EP lançado em 2014 temos uma devastação executada por ''coroas do metal'' das hordas Cadaverise, Arkanus Ad Noctum Funerality (finada) e Impuros, eles, Pervetum (Guitarras, produção, gravação, mixed e master), Chakal Butcher666 (Baixo) Nephastorm (Vocais), e se não me falha a memória as vozes 'extras' ficam a cargo de um brother deles de RS, Schmidt.

São 6 faixas com uma vasta influência de bandas que os levam até agora ao Black Metal, como Satyricon. A horda é um pouco diferente, possui uma sonoridade um pouco menos acelerada em alguns trechos, trazendo elementos bem criativos chegando a um tom de bravura e um teor de melodias fora do normal, o primor da gravação sendo em 'home studio' não deixa a desejar em nenhum momento, tranquilizando o ouvinte para perceber cada elemento sonoro da obra que demorou tanto para sair. Nada de exagerado, nada de abusar nos ouvidos, organizado, sem brincadeira e anticristo. 

A capa é algo simples com o logotipo, um fundo que retrata nosso grandioso nordeste, sua terra árida e o título que já diz tudo o que irá ouvir. Na contracapa há as informações demais do material, assim da mesma forma na parte do CD e no 'encarte' incluindo com a foto de P. e N. 

Esse material é o primeiro dos guerreiros, com certeza algo bem satisfatório aos headbangers e apoiadores do grotesco Black Metal, creio eu que ainda tenha pra venda, então procure para adquirir, leitor.