CERBERUS BESTIAL: 10 ANOS DE NECROUNDERGROUND

Pedro Hewitt . facebook.com/pedro.leatherface
Devido a imprevistos, alguns pequenos contratempos, a falta de resposta da pessoa que me pediu para fazer esta entrevista e em respeito ao meu comprometimento, divulgo essa entrevista com imenso prazer! Hail Cerberus Bestial.

Pedro: Obrigado a todos do Cerberus Bestial por conceder um tempo para a realização dessa entrevista. Quero começar com uma curiosidade que tenho a um tempo. Quais foram os desafios e facilidades encontrados por aqui para firmar a banda? Qual o pior imprevisto já acontecido?
Lord Tenebrous: Em primeiro lugar, nós é que agradecemos a oportunidade de integrar esse grande opus. Em termos de facilidade, acho que não houve nenhuma. Desde o começo, a horda sempre teve de batalhar para se manter na ativa e lançar materiais. Pode-se se dizer que um dos maiores desafios foi fazer com que a horda tivesse uma formação estável, a horda iniciou-se com 03 integrantes, permanecendo assim por um breve tempo, obrigando a mesma a parar. Mais uma vez, uma nova formação iniciou-se, sendo que novamente houve mudanças obrigando a parar mais uma vez. Então pode-se dizer que esse foi um dos grandes desafios enfrentados... 

Pedro: Sobre essa 3° demo, o que podemos esperar?
Lord Tenebrous: Podemos adiantar que os novos hinos estão mais agressivos e poderosos, principalmente se comparados às músicas antigas... Depois que Lord Voracious assumiu a guitarra da banda, as músicas ganharam uma nova roupagem, tornando-se cada vez mais insanas e destruidoras. Vale a pena esperar por mais esse odioso artefato... 

Pedro: Na opinião de cada membro da horda, qual é o álbum que os influencia?
Austere, Silencer, Enthroned, Vultos Vocíferos, Aaskereia , , Inferno Tenebri, StormFrost, Total Negation, Aurora Ígnea, Amazarak contribuíram bastante... Para todos nós da Cerberus Bestial.

Pedro: Filósofos antigos como Nietzsche, Feuerbach e um mais atual como Sam Harris, compreendem também em influenciar nas composições?
Lord Tenebrous Diretamente não, nossas composições abordam fatos e/ou questões presenciadas e vividas no dia a dia dessa sociedade hipócrita, alienada e nojenta... Fatos históricos também contribuem para o processo de composição (guerras e afins)...
 
Pedro: Vocês já sofreram algum tipo de radicalismo irracional por serem uma horda de Teresina?
Lord Tenebrous: Acho nunca sofremos nenhum tipo de preconceito e ou injúria pelo fato de sermos de Teresina/PI (com muito orgulho). O que aconteceram foram várias situações envolvendo comentários, boatos e fofocas a respeito dos integrantes e de algumas questões a respeito de influência musical e/ou modo de vida de cada integrante e/ou da banda em geral.

Pedro: Sobre coletâneas e splits virtuais e físicos. Qual a opinião que vocês possuem em relação a isso? Ainda é válido investir em coletânea nos dias de hoje com a internet facilitando a divulgação?
Lord Tenebrous: Cara, toda forma de apoio, divulgação e suporte que vá contribuir para o desenvolvimento da banda, desde que não fuja dos princípios e ideais pregados por ela, é válido. As coletâneas e splits continuam sendo uma boa forma de divulgação do seu trabalho, possibilitando ainda, a interação com outros guerreiros que ostentam a bandeira negra, do Necrounderground... Tenho uma ideia de que a maioria ainda prefere ter o material físico nas mãos, ter o prazer de folhear e ler o encarte, isso não tem preço... Com o MP3 não se pode desfrutar disso.

Pedro: Para Beherith, sobre os boatos de ‘’NS’’ que surgiu no Bosque Sombrio, o que pode nos dizer sobre isso?
Beherith: Diante do que tem se divulgado a respeito de preferências e visões políticas do BS, é totalmente leviana as acusações de que defendemos idéias racistas, preconceituosas, ou segregacionista, baseados em um cover executado, é fato, que na escolha estávamos cientes que a letra da faixa DUEIL ANGOISSEUS, não tem a mínima referência sequer a política ou preconceituosa (basta procurar) e logo as acusações são totalmente infundadas. Vale lembrar que as pessoas responsáveis por tais difamações, possuem um passado totalmente lamentável, onde freqüentavam igreja, na ciência dos demais e ainda sim, executando black metal. outras bandas que sairam até em jornal de circulação local, falando de black metal, que já participaram de eventos filantrópicos (Vários) a alguns anos atrás. E que no entanto possuem uma difamação, na qual eles preferem esconder de todos. Fica o aviso: "Cuidado com o que ver, ouve e ler, procure saber sempre de onde parte, o que é comentado por alguns seres daqui de Teresina. Eles são a verdadeira escória."
Pedro: Bem, a todos. Como diferenciar um trabalho merecido de ser comprado de um trabalho meramente comercial? Justifique com exemplos se possível.
Lord Tenebrous: Acho que, se você doa e exige ao máximo de si para compor, gravar, ensaiar as músicas e ir em busca de parceiros e guerreiros para possibilitar o lançamento do material, com certeza, o material merece ser apreciado... Os materiais comerciais só visam o dinheiro, o lucro que irão obter, não pensam nas composições das músicas e melodias que um material digno merece.

Pedro: Quais são as expectativas daqui pra frente?
Lord Tenebrous: Estamos finalizando os ensaios para posteriormente iniciarmos as gravações da nossa 3ª demo, intitulada de “Cantus Profanus”, e trabalhando arduamente para o lançamento do nosso 1º Debut CD em 2014, em comemoração aos nossos 10 anos de batalhas a frente do Necrounderground... Esperamos fecharmos alguns shows pelo Brasil e quem sabe até fora, para divulgar nossos lançamentos e fechar parcerias com novos aliados...

Pedro: Nesses próximos materiais, será feito/divulgado independentemente ou terá ajuda de distros ou produtoras locais? 
Lord Tenebrous: A princípio, serão lançados pelos selos Perversa Sinfonia Distro & Prod e Imperium Infernalis Distro & Prod, sendo que estaremos no aguardo para que aliados que estejam interessados em integrar, apoiar e/ou dar suporte aos lançamentos manifestem-se... No mais, esperamos contatos dos reais.

Pedro: Bem, agradeço imensamente pela atenção e pelo tempo disponível. Espero que a Cerberus Bestial continue com sua luta e trajetória dentro da cena local e nacional. Muito obrigado mesmo.
Cerberus Bestial: Nós que agradecemos pelo espaço e o apoio ao Cerberus Bestial, e vamos sempre levantar a bandeira do underground. Como muito orgulho e Sangue e honra sempre. E TOTAL DESPREZO A HIPOCRISIA. Queríamos agradecer também a todos aqueles que nos apóiam e que contribuem conosco de alguma forma, nos estimulando a continuar lutando e a evoluir cada vez mais. Agradecemos aos nossos familiares e amigos, assim como aos ex-membros da banda.