Terror Fronte - Violencracia [resenha]

Pedro Hewitt . facebook.com/pedro.leatherface
Não sei o que há na cabeça desses 4 maníacos paulistas ao fazer pelo incrível que pareça 4 sons. Cada um dessas canções bestiais abrange o mais bruto, grosso e sujo Thrash/Grind/Hardcore, uma violência sonora do início ao fim que por ironia do destino foi intitulada o EP de ‘’VIOLENCRACIA’’.

Pra dar inicio logo nas faixas, o lendário e o mais direto homem fúnebre brasileiro, Zé do Caixão, faz breves comentários só pra encrementar o que pode vir daqui pra frente. De cara os riffs podem ser até meio simples , porém foram criados diretamente pra banda certa, não que ela seja simples, mas confesso que se colocasse outro riff não iria ficar melhor, iria estragar, serio mesmo. E a bateria? Que timbre é esse, meu caro? Se você é um verdadeiro apreciador das obras horrendas e violentas do crossover, com certeza vai sacar do que estou falando. Quem dizer que o contra baixo não tem seu papel fundamental no Thrash/Grind/Hardcore, eu chamo de um ignorante, p*ta que pariu, nessa banda ficou mais que perfeito. O vocal de Thiago Dias, simplesmente é uma devastação em Chernobyl (Sacou né?!) para dar vida total as letras que retratam o ódio contido nas pessoas e toda aquela vontade de sair gritando por conta das situação cotidianas.

‘’Paraíso Paranóia’’, essa primeira faixa eu preciso comentar. ESTUPRE O PLAY! Sem mais...

‘’In Fronte’’, faixa que é ótima para dar início a um belo mosh pit e não parar mais. Porém o que deixa na cabeça não são os hematomas e pontapés, e sim o refrão que possui.

‘’Destruição Global’’, de cara você pensa que é Ratos de Porão, mas não se engane, é TERROR FRONTE. Nessa faixa já está mais na base Hardcore/Crossover para não deixar ninguém quieto novamente, assim não teria graça. Apesar de ser um título simples, o conteúdo é coisa de ‘maluco’, é uma VIOLENCRACIA na cabeça. Mas tenho uma dúvida, não entendi tipo uma ‘’falha’’ que há na guitarra em alguns momentos, não achei tão necessário assim.

‘’Sangria Civil’’, pra finalizar, essa faixa detona logo os que querem arrego. Quer respirar? Ouça outra coisa. Thiago e Leandro, botaram pra lascar hein?! Muitos intitulam umas paradas de bateria e guitarra como ‘’pula-pula’’, mas sendo ou não simplesmente é um som do caralho. Mas algo me surpreendeu; o solo quase no final da faixa. Poxa, eu não esperava de maneira alguma isso. Jurando que era so porrada, mas tinha algo guardado pro final. Parabéns, vocês conseguiram fazer um EP de vergonha!
Nota: 9,0
[Se tivesse mais uma faixa como a ‘’Sangria Civil’’ eu dava 10]

https://www.facebook.com/TerrorFronte
https://soundcloud.com/terror-fronte

FORMAÇÃO
Danilo Rodrigues [Guitarra]
Diego Biasi [Baixo]
Leandro Flores [Bateria]
Thiago Dias [Vocal]