MORTOS - HOMO HOMINI LUPUS

A Mortos sempre primou por manter um trabalho sério, com membros engajados que realmente lutam na cena underground, não apenas como banda, mas também no papel de produtora, organizando shows e mantendo sempre a engrenagem funcionando, através da Chaos Produções.

Homo Homini Lupus levou a Mortos a um nível mais evoluído, afinal foram três anos de uma demo para a outra, nada mais natural que ocorra com o passar do tempo uma melhora, um amadurecimento da banda, tanto musicalmente quanto liricamente. O trampo aborda uma lírica sobre a Selvageria do homem civilizado e a degradação da raça Humana em sua evolução. A banda procurou base em trabalhos daqueles que pensaram sobre o tema e cruzaram com as próprias experiências cotidianas.

O album traz um death metal obscuro, violento, quase brutal, com muito bom gosto para fazer riffs de guitarra fortes. A complexidade não é o principal, mas escutando esse album, dá pra notar que a Mortos derrama sangue nos ensaios. O destaque dentre as cinco musicas fica com "From drama to glory" que possui linhas de guitarra meio melancólicas, mas mantendo a obscuridade e agressividade, com uma bateria dinâmica e bem executada, com boas sacadas de mudanças de tempo. Um grande trampo desses maranhenses de Imperatriz. São eles: Andre (baixo/vocal) Ruhan Saldanha (Guitarra) e Bruno Aguiar(bateria).