SOTURNOS - Face da Loucura | RESENHA

Por Rômel Santos | http://www.metalmilitia.com.br

Fundada com o objetivo de tocar somente músicas autorais e compartilhando objetivos, o trio Bruno (guitarra), Mik (vocal) e Helton (baixo) fundaram a Soturnos. Mesmo com um estilo difícil de rotular, agregando influências de punk rock, hardcore, de metal tradicional, doom e dark metal. Como metade das composições desta demo são originários da ex-banda do baixista Helton, trazem fortes influências de hardcore. Exemplos com essa característica temos Soturnos, com um andamento acelerado, Guerra Urbana que basea-se em riffs simples com uma letra de protesto, Fobia Social traz uma ótima letra e uma melódica linha de guitarra, e as simples e diretas Declaração e Fazer O Que Eu Quero. No entanto, a banda se sai melhor nas músicas doom e dark metal, destacando Um Minuto Para Morte, arrastada e com um riff de guitarra no melhor estilo Tommy Iommi, as cadenciadas e pesadas Quando A Gente Crescer e Sozinho Na Rua e a também sabbática Indecisão. Se a banda investir numa produção de qualidade e em composições doom/dark metal e mais complexas, tenho certeza que chamarão mais atenção e serão mais uma grata revelação do Maranhão.

Formação:
Mik - Vocal
Bruno - Guitarra
Helton - Baixo
Witaniel - Batera

Faixas de Faces Da Loucura:
01. Soturnos
02. Guerra Urbana
03. Fobia Social
04. Um Minuto Para Morte
05. Quando A Gente Crescer
06. Sozinho Na Rua
07. Declaração
08. Indecisão
09. Fazer O Que Eu Quero

Contato: www.myspace.com/soturnos